Campeonato Regional Açores Pesca Submarina 2011 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

1º Troféu de Pesca Submarina – ilha Terceira (pontuável para o Regional Açores).

 Imagem_103


PAULO MELO VENCE REGIONAL DOS AÇORES E RICARDO SOUSA O 1º TROFÉU DA ILHA TERCEIRA DE PESCA SUBMARINA 2011

O Regional dos Açores foi realizado em simultâneo com o 1º Troféu da Ilha Terceira de Pesca Submarina, nos dias 8, 9 e 10 de Abril, a organização destas provas teve o apoio do Clube Naval da Praia, do Clube Náutico de Angra do Heroísmo e da Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas (FPAS).

Com um total de doze inscrições nas duas provas o Regional dos Açores foi disputado por Guilherme Bruges, João Pedro Barreiros, Paulo Melo, José Silva e Rogério Santana e o 1º Troféu da Ilha Terceira teve as participações de Guilherme Bettencourt, Ricardo Sousa, Marco Penteado, Rui Melo, Fabrício Rico, João Azevedo e Adérito Fortuna. Todos os participantes eram residentes na ilha Terceira à excepção do atleta Rogério Santana que se deslocou da ilha de S. Miguel.

Na sexta-feira foi realizado um briefing com os atletas e membros da organização, no Clube Náutico de Angra do Heroísmo, para apresentação oficial da prova e esclarecimento de dúvidas sobre o evento.

O primeiro dia de prova teve lugar no sábado e o ponto de encontro foi às 8h00 no Portinho de S. Fernando na freguesia do Porto Martins, com os atletas em terra a equiparem-se e a trocarem impressões, no meio de alguns nervos e ansiedade que qualquer competição provoca.

O tempo apresentava-se sombrio com vento, tornando o mar ligeiramente encrespado e com uma pequena ondulação na costa. A água apresentava um tom escuro e uma visibilidade a rondar os 12m em alguns locais.

O sinal para o inicio da prova à barbatana foi dado às 9h45, os participantes fizeram-se ao mar para uma jornada intensiva de 5 horas e rapidamente notaram-se as bóias de sinalização distribuídas ao longo da zona de prova junto da costa, previa-se uma jornada com poucas capturas, pois era difícil ver peixes a pontuar nessa zona.

Com o passar do tempo destacavam-se dois atletas dos restantes, o Guilherme Bruges que optou por uma pesca profunda entre os 18m e os 31m onde a sua persistência e capacidade física viriam a marcar a diferença, acabando por capturar o maior exemplar do torneio, um peixe-cão com 5,200Kg e um enxaréu com cerca de 4Kg, e ditar o vencedor desta primeira jornada de prova, o Paulo Melo decidiu-se por uma pesca até aos 12m onde ia compondo o seu enfião e desta forma garantir o segundo lugar, o José Silva foi o terceiro a pontuar individualmente para este Regional dos Açores.

Neste dia fez-se notar o exigente regulamento para esta época, pois a maioria dos atletas optou por não arriscar capturas para evitar pontuações negativas e desta forma mostrar, mais uma vez, que a pesca submarina é bastante selectiva.

No dia seguinte, pelas condições climatéricas e por motivos de segurança dos atletas, passou-se a zona de prova do Negrito para as Escaleiras na Vila Nova, onde as condições de mar eram excelentes, permitindo que alguns atletas se tenham deslocado até ao baixio da Vila Nova.

No domingo a reunião de atletas foi às 8h00, no Clube Naval da Praia da Vitória e às 9h00 era dado o inicio da segunda jornada de prova, numa zona ampla com excelentes condições de mar e onde os atletas dispunham de bons spots (baixios) com previsão de capturas interessantes.

As atenções estavam centradas no Guilherme Bruges e no Paulo Melo pela proximidade das pontuações na disputa do título de Campeão Regional Açoriano.

No entanto, o João Pedro Barreiros viria a apresentar um enfião completo e muito interessante, valendo-lhe a escolha certa dos locais e experiência nestas andanças, conseguindo arrancar uma excelente vitória no segundo dia de prova. O Paulo Melo mostrou bem a sua regularidade e versatilidade nos diferentes dias de prova, levando à pesagem uma pequena anchova e alguma variedade de espécies para ganhar mais pontos, garantindo o segundo lugar e encurtando a distância para o Guilherme Bruges. O José Silva foi o terceiro da classificação individual na segunda jornada do Regional dos Açores.

Esta segunda jornada de prova, por ter sido disputada mais a norte, permitiu a captura de maiores exemplares e de diferentes espécies, possibilitando aos atletas, que não tinham feito capturas no primeiro dia, a oportunidade de levar peixe à pesagem.

Com palpites e contas feitas de cabeça, instalava-se a dúvida sobre quem seria o vencedor deste Regional dos Açores. Mesmo depois de finalizada a pesagem, os atletas não conseguiram determinar o vencedor absoluto, embora a dúvida recai-se sobre os atletas Paulo Melo e Guilherme Bruges.

Foi preciso mais algum tempo e paciência até à entrega de prémios que teve lugar durante o jantar de confraternização e levada a cabo por Luís Moura - do Clube Náutico de Angra do Heroísmo, Rui Macatrão - da Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas e Tiago Toledo - Instrutor de Mergulho em Apneia FPAS.

O vencedor do Regional dos Açores de 2011 foi o Paulo Melo – Individual, em segundo o Guilherme Bruges – Clube Naval de Rabo de Peixe, em terceiro o José Silva – Individual, em quarto João Pedro Barreiros – Individual e em quinto o Rogério Santana – C.N.O.C.A.

Na Classificação por clubes em primeiro lugar ficou o Clube Naval de Rabo de Peixe e em segundo o C.N.O.C.A.

O vencedor do 1º Troféu Ilha Terceira de Pesca Submarina foi o Ricardo Sousa.

Este ano os Campeonatos Regionais apuram atletas que vão disputar o Campeonato Nacional de Promoção e os vencedores de cada um dos regionais serão convocados para representar a selecção nacional na prova internacional - Master Ibérico 2011.

Neste evento desportivo de Pesca Submarina ficou patente o espírito desportivo e o excelente convívio entre atletas, organizadores e apreciadores da modalidade que assistiram atentos ao desenrolar dos acontecimentos. As capturas foram doadas à Irmandade da Nossa Senhora do Livramento (instituição de acolhimento de crianças), que na oportunidade demonstrou um profundo reconhecimento pela iniciativa e de referir também os agradecimentos à Capitania do Porto da Praia da Vitória, à Inspecção Regional das Pescas, ao Clube Náutico de Angra do Heroísmo, ao Clube Naval da Praia da Vitória e a todos os participantes.